Ir para o conteúdo principal

Um lar para as gerações: a história de Eva

Há muitas coisas que Eva adora em ser uma nova proprietária. 

Ela adora ter uma casa em um bairro que aluga há anos. Ela adora viver perto de sua família, como irmã, mãe e avó de dois filhos. E ela adora poder realmente aproveitar sua casa sem um deslocamento demorado. 

“Há muito nevoeiro, mas adoro São Francisco”, diz Eva, uma cliente de longa data do MAF. “Um dos meus sonhos sempre foi querer morar onde trabalho.”

Mas esse sonho não foi uma realidade fácil de realizar. Eva fez muito em sua vida: ela imigrou de El Salvador para os Estados Unidos quando tinha 15 anos, abriu seu próprio negócio de nutrição além de seu emprego em tempo integral no serviço social, mandou seus três filhos para a faculdade e suportou uma divórcio financeiramente desafiador - que quase impediu seus sonhos de comprar uma casa.

“Vindo de duas rendas para uma – fiquei com dívidas”, diz Eva. “Nunca pensei que teria a oportunidade de voltar a ser proprietário.”

Eva pensou em maneiras de sustentar sua família, incluindo seus filhos e avó. Ela passou a investir em nutrição para proteger sua própria saúde, mal tirando dias de folga para preservar sua renda. “Eu não conseguia me imaginar ficando doente durante o tempo que precisava para me manter forte”, diz Eva. 

Renda era uma coisa, mas construir crédito representava outro desafio. Por causa da dívida do divórcio, Eva sabia que tinha que fortalecer sua pontuação de crédito para dar a si mesma - e à sua família - a melhor chance possível de casa própria.

Juntar-se ao MAF foi um divisor de águas para as finanças de Eva.

Anos atrás, Eva e sua prima passaram pelo escritório do MAF na Mission Street a caminho do trabalho. “Gostamos de experimentar de tudo”, diz Eva, então eles decidiram participar de uma reunião informativa.

A energia imediatamente a comoveu. Ela começou a participar dos MAF's Lending Circles programa, que fornece empréstimos de construção de crédito sem juros por meio do apoio da comunidade. Isso formaliza uma tradição global de empréstimos comunitários, às vezes conhecida como tandas e sus.

“As pessoas que ingressam no [MAF] são da comunidade. São famílias trabalhadoras que procuram um recurso como eu”, diz Eva. “Conhecer essas pessoas e ouvir suas histórias – foi um encontro, foi um compartilhamento. Sempre havia comida e tentando ter aquele ambiente de segurança e comunidade.”

Ao longo dos anos, Eva participou nas reuniões do MAF serviços financeiros para proprietários de pequenas empresas, serviços que eram tangivelmente diferentes das aulas que ela teve na faculdade. “Eles são basicamente projetados para latinos, como eu, para tentar servir nossa comunidade”, diz Eva.

“Não é apenas a comunidade latina”, acrescenta ela. “São diferentes comunidades de imigrantes onde o ambiente se torna mais familiar e de amigos, sempre compartilhando experiências muito pessoais – às vezes íntimas, difíceis – de crescimento.”

A comunidade do MAF criou amizades e relacionamentos preciosos. O tempo todo, Lending Circles estava abrindo uma porta que Eva pensava estar fechada para ela.

“Percebi as mudanças em minha pontuação de crédito”, diz Eva. “Foi um sonho realizado.” 

As mudanças vieram exatamente na hora certa. No verão de 2022, Eva e sua família estavam lutando para comprar uma casa com sua renda combinada. Todas as cartas estavam se encaixando, mas Eva só precisava de mais um impulso em sua pontuação de crédito para obter a aprovação de um empréstimo.

Na época, Eva estava participando de um Círculo de Empréstimos, então ela perguntou a Doris, Gerente Sênior de Sucesso do Cliente do MAF, se havia algo que pudesse ser feito. 

“Mais um pagamento”, disseram a Eva. “Mais um pagamento e vai fazer a diferença.”  

O programa Lending Circles aumenta a pontuação de crédito ao relatar os pagamentos de empréstimos às três principais agências de crédito. O MAF acelerou rapidamente o cronograma de pagamento do empréstimo de Eva para que seu pagamento final fosse processado antes da data de fechamento. 

Toda a jornada lembrou Eva do motivo pelo qual ela ingressou no MAF em primeiro lugar.

“É um senso de comunidade, amigos e família, 'estamos aqui para você'”, diz Eva. “O objetivo não é apenas conseguir participantes. O objetivo é ajudar os participantes a realizarem seus sonhos.”

A melhor parte da nova casa de Eva? Não é só para ela.

“Você está cuidando de sua própria casa para as gerações futuras”, diz Eva. Ela espera que seus filhos queiram ficar e morar na casa por muito tempo. 

Afinal, há muito valor naquela casa, e não apenas financeiramente. A família e a comunidade motivaram e ancoraram Eva durante todos esses anos em sua profissão, em sua vida pessoal e em seu trabalho com o MAF. 

Esta casa é um símbolo desse relacionamento - e uma maneira de Eva continuar essa tradição nos próximos anos. “É um esforço de equipe”, diz Eva.